segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Cristo quer presentes!

Vivemos em uma época onde estamos sempre querendo impressionar as pessoas, era do consumismo exagerado, exacerbado onde em nossa sociedade só é alguém a pessoa que possui muitos bens ou que possui muitas dividas, "ter é poder...".E nesse ambiente em que vivemos é difícil não notar o que nos cerca é o mamom, o deus deste século que tem uma forte influência em uma data a data do Natal, cegando a muitos até cristãos, pois é no natal e ano novo que as pessoas mais gastam, e a um superávit na economia e um déficit em nossos bolsos. Pois natal hoje e dar e receber presentes, esquecemos que Cristo não nasceu em 25 de dezembro, e que nesta data não devemos adorar a uma criança ou um menino recém nascido, ou gastar muita grana com árvores, presépios, luzes. Contúdo seguimos sempre o padrão do consumismo que já vem de anos e anos.Estive conversando com uma senhora estes dias, e em seus olhos enrugados escapava uma lágrima de quem não descansa, via se a falta de perspectiva e esperança, ela disse-me: "- Deus me deu paciência para suportar minha filha com depressão, meu marido alcoólatra, e cuidar da minha bisneta fruto de uma neta adolescente e ainda cuidar da casa sozinha" "- E quando eu não puder mais cuidar sei que Deus cuidará".Onde há necessidades humanitárias, há oportunidades de Provocarmos a Manifestação da Gloria de Deus.Do que servirá árvores iluminadas em nossas casas se na casa do Senhor (nosso coração) não brilhar a verdadeira Luz.
Verdadeiramente em nossos dias o natal tornou-se apenas mais uma data de comemoração do calendário cristão (de países que o adotam). Deixamos de lado o verdadeiro sentido do Nascer do Cristo.O Senhor esta presente onde seu nome é invocado e notoriamente onde há 2 ou 3 em seu nome. Creio ser a vontade de Deus que nós Cristãos, em uma data como essa não nos restrinjamos a modismos, e outras coisas que são Tradição no Natal, mas que verdadeiramente seja desperto em nosso coração a misericórdia que move as entranhas do Senhor. [Mt 14:14/9:36]O Cristo está entre os enfermos, os famintos,os andarilhos, as viúvas, os orfãos, os quebrantados,os aflitos,os encarcerados, e nós onde estamos?
"A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus."[Romanos 8:19]."Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado."[Tiago 4:17]."Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?" [1João 3:17]Não vejo problema em comemoramos o natal em 25 de dezembro, mas vejo uma grande problema em distorcer o verdadeiro sentido do natal, o natal não é a comemoração de um dia, mas é a alegria pela encarnação do verbo, pois o diabo não aceita que Cristo veio em carne (1Jo 4.2-3), assim como os atenienses comemoravam nesta mesma data o deus sol "Sol Invictus", nós possamos comemorar o Cristo nosso Sol da justiça (Ml 4.2), e da mesma forma que montamos e de certa forma até idolatramos as árvores natalinas associada com o deus "Astarote", possamos adorar a verdadeira "Arvore da Vida" que é Cristo (Ap 2.7) (Jr 17.8).Mas não é só isso devemos sempre dar presentes a Cristo, Ele não é mais uma criança; Ele nasceu, cresceu, morreu e ressuscitou e até hoje quer presentes, só que desta vez não é incenso, ouro e nem mirra; e se não sabe o que dar ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, leia em (Mt 25.31-44) e saberá qual é o presente que Cristo quer!!"Talvez para o mundo sejamos só um alguém, e para um alguém sejamos o mundo..." Cristo Presente, Cristo o Presente.

2 comentários:

Everton A.Cavalcante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Everton A.Cavalcante disse...

Verdadeiramente.
Em nossos dias o natal tornousse apenas mais uma data de comemoração do calendário cristão (de paises que o adotam).
Deixamos de lado o verdadeiro sentido do Nascer do Cristo.

O Senhor esta presente onde seu nome é invocado e notoriamente onde há 2 ou 3 em seu nome.
Como em Mateus 25 retrata bem (que meu amigo Israel disse), e creio ser a vontade de Deus que nós Cristãos, em uma data como essa não nos restrinjamos a Árvores, Presepios, Cantatas, e outras coisas que são Tradição no Natal, mas que Verdadeiramente seja disperto em nosso coração a Miseriordia que move as entranhas do Senhor. [Mt 14:14/9:36]

O Cristo está entre os enfermos, os famintos,os andarilhos, as viuvas, os orfãos, os quebrantados,os aflitos,os encarcerados, e nós onde estamos?

Estive conversando com uma senhora estes dias, e em seus olhos enrrugados escapava uma lágrima de quem não descansa, viasse a falta de perspectiva e esperança, ela disse-me: "- Deus me deu paciência para suportar minha filha com depressão, meu marido alcolatra e cuidar da minha bisneta fruto de uma neta adolescente e ainda cuidar da casa sozinha" "- E quando eu não puder mais cuidar sei que Deus cuidará".

Onde há necessidades humanitarias, há oportunidades de Provocarmos a Manifestação da Gloria de Deus.

Do que servirá árvores iluminadas em nossas casas se na casa do Senhor (nosso coração) não brilhar a verdadeira Luz.

"A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus."[Romanos 8:19].

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado."[Tiago 4:17].

"Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?" [1João 3:17]

Cristo Presente, Cristo o Presente.